IMG 20160609 WA0028

 

 

        A Escola de Cinema Cinemento proporciona encontros de crianças e adultos com a sétima arte. Encaramos o cinema como ponte de aproximação entre o conhecido e o desconhecido, entre o que se vê e o que está invisível, entre o inaudível e o que se ouve, entre o que se copia e o que se cria, para estabelecer mais um vínculo com a arte, entendida como o que há de social em nós, com o desejo de educar nossos sentidos e de nos encontrarmos com a alteridade. Partindo disso, não é possível utilizarmos o cinema como um recurso didático, ou seja, os encontros com o cinema acontecem pelo desejo do encontro com a arte e, por consequência, de maneira não compulsória, porque aprendemos e desaprendemos com o cinema, mas não o utilizamos com a intenção de ensinar.

        Como fazer para que a potência da vivência com a arte cinematográfica proporcione aos sujeitos as experiências estéticas, éticas e políticas? Como fazer para que a produção do filme esteja menos a serviço do produto e mais dedicada à vivência do processo enquanto exercício de criação de modos de ver, sentir e fazer, onde se valorize “a potência das capacidades sensíveis e intelectuais de todos, mesmo que a variável tempo oscile na velocidade de apropriação de cada um” (Fresquet, 2013)?

       Essas e outras perguntas norteiam as experiências de encontro com o cinema que acontecem na EEI UFRJ: realização de sessões semanais de filmes, preferencialmente brasileiros, para a escola toda (incluindo as famílias); exibição semanal de filme na cozinha para as/os trabalhadoras/es do setor; oficina com jogos óticos; atividades com as linguagens próprias do cinema (roteiro, som, luz etc); experimentações com a câmera cinematográfica com realização de minutos Lumière (com crianças e funcionários); entre outras.

   

UFRJ EEI - Escola de Educação Infantil
Desenvolvido por: TIC/UFRJ